4. O Islam define o equilíbrio entre esse mundo e o próximo, entre o material e o espiritual

June 22, 2013 in A Última Religião Divina ISLAM

O Islam da grande importancia a moderação e ao equilibrio. Quando pesamos um lado de determinado assunto devemos considerar e não podemos ignorar o outro lado. Como Allah criou ambos os lados, a humanidade necessita deles não sendo certo ignorar um dos lados. Isto é necessario para sermos justos e prestar a atenção apropriada a todos os lados. Quando olhamos por este angulo, percebemos que este mundo é um  presente valoroso enquanto capital para alcançarmos a próxima vida. Devemos usar esse dom para procurar o bem e o deleite de Deus. A proxima vida é o nosso real objetivo e nunca devemos esquecer isso.

Assim como a abordagem secular atenta apenas para as questões desse mundo, a abordagem clerical se preocupa somente com os assuntos relacionados com a próxima vida e ambas sozinhas não satisfazem as necessidades da humanidade. Nenhuma delas deve ser sacrificada pela outra, ambas devem ser pesadas corretamente e ordenadas de forma integrada.

Espirito e corpo são as duas partes do homem, mesmo que o espirito seja a materia essencial, o corpo é o seu portador. Só quando eles estão juntos é que algo pode ser completo. Entretanto, não é correto apenas atentar para o espirito e reduzir a importancia do corpo. De acordo com o que o nosso Profeta (s.a.a.s) nos disse: “Uma das primeiras coisas que nos serão questionadas no dia do Juízo Final é como nós gastamos nossa saúde.[1]

O Islam nos ordena a sermos bem equilibrados tanto na performance das adorações como, por exemplo, a oração, jejum e a assistencia aos menos favorecidos. É desaprovada a intença adoração que possa gerar  esgotamento.[2]



[1].      Tirmizî, Kiyamah, 1/2417.

 

[2].      Veja Bukhârî, Savm 55, 56, 57; Tehejjud 7; Anbiyâ 37; Nikâh 1, 89; Muslim, Siyâm 181-193; Abû Dâwûd, Savm, 55/2428.