PREFÁCIO A EDIÇÃO BRASILEIRA

June 22, 2013 in A Última Religião Divina ISLAM

Louvado seja Allah, o Senhor dos Mundos, o Prudentíssimo, o Sapientíssimo. Que a paz e as bênçãos estejam com Muhammad (sallallahu aleihi wa salaam) o Selo da Profecia, aquele que dilatou os corações para a Sublime Verdade. Também rogamos para que Allah esteja satisfeito com os Nobres Companheiros que imolaram-se no caminho da verdade para que a mensagem chegasse a toda a humanidade, com os sábios de nossa ummah, que imbuídos pelo amor a Allah e seu Mensageiro (s.a.a.s) nos beneficiaram com obras que fulguram entre os mais elevados produtos da inteligência humana.

Vivemos em um tempo de medo e incerteza, um período de grande ansiedade onde as sociedades humanas buscam modelos mais flexíveis de governo e organização social. Toda essa situação caótica em que os seres humanos parecem estar se afundando não pode ser resolvida com investimentos, reformas constitucionais ou pacotes econômicos. A humanidade mais uma vez carece de um caminho que a guie da ignorância a sabedoria, da maldade a bondade, do ódio ao amor.

Antes de tudo, essa é a via do amor e do conhecimento. O caminho dos virtuosos, dos amigos de Allah que não mediram esforços na propagação da verdade reconciliadora.

Um dos grandes intelectuais muçulmanos do nosso tempo, o filosofo, poeta e pintor suíço Frithjof Schuon (1907-1998) nos trás também outro entendimento desse profundo versículo corânico citado anteriormente. Schuon nos mostra o que significa a Senda Reta dizendo: “é o conhecimento ascendente, aquele que leva a unidade liberadora; é a união de vontade, amor e conhecimento.”[1]

Dessa forma, entendemos um pouco mais da vocação do Islam e conseqüentemente a dos muçulmanos de seguirem o caminho reto, buscando o equilíbrio, a satisfação e sem jamais perder o nosso foco, que é a adoração a Allah o Todo-Poderoso. Este caminho refina nossas almas, nos tornando pessoas mais completas e espiritualizadas, que aliam o conhecimento racional, a sensibilidade emocional e a certeza metafísica.

Foi inspirado nesta proposta de vida que o autor, Dr. Murat Kaya, nos agracia com a presente obra. Sua leitura é de fundamental importância para que se compreenda a profundidade do Islam. Não obstante, assim como o milagre do Nobre Quran, o Livro sagrado que constitui As Próprias Palavras de Deus Manifestas, nunca se tornam obsoletas; este livro também recebe uma áurea de atualidade fantástica.

Murat Efendi,[2] submerge-nos no profundíssimo oceano intelectual que é o Islam, demonstrando que este não é somente uma religião, na acepção arcaica do termo, mas antes, um Din,  um sistema de vida e código de conduta ética completa que fora enviada por Allah, o Altíssimo e  que faz daqueles que os põe em pratica, seres humanos completos. Também atenta para a importância que o Islam assumiu no engrandecimento intelectual da humanidade, em geral, e da ummah em específico. Dr. Murat também não se omite em dar sua contribuição enquanto acadêmico, demonstrando não só a compatibilidade do Islam com a ciência, mas também, como esta sem o Islam é absolutamente cega e despropositada.

Se ao ler a obrar tivermos em mente o seu contexto originário, a Turquia contemporânea, esta também possui a habilidade de correlacionar os tópicos apresentados com o próprio passado daquela nação. A atenção que o Dr. Murat da aos relatos de estrangeiros sobre aspectos do Império Otomano diretamente relacionados aos princípios e leis do Islam, dão um panorama bastante interessante de como os não-muçulmanos vem o Islam e que pode servir de base para a reflexão de como os muçulmanos devem divulgar a sua religião.

Por fim, gostaria de agradecer a oportunidade de ter traduzido esta obra, um dos mais completos compêndios de noções básicas do Islam que já tive a oportunidade de ler. Todos os esforços para publicação em língua portuguesa deste livro e de outras interessantíssimas obras do catalogo da Editora Erkam de Istambul, devem ser creditados ao esforço incansavel de varias pessoas. Entretanto, quaisquer erros, passagens nebulosas ou de difícil compreensão são falhas exclusivamente minhas.

Rogamos para que Allah recompense a todos aqueles que direta ou indiretamente proporcionaram a publicação deste livro. E caso você tenha interesse no Islam e em nosso trabalho, sintam-se a vontade para enviar um e-mail para: osmanefendibrazil@hotmail.com

Radamés Rodrigues Neto

Tradutor



[1].      Frithjof Schuon. Para Compreender o Islã: Originalidade e atualidade da religião. Traduzido por Mateus Soares de Azevedo. Rio de Janerio: Ed Nova Era, 2006. p. 94.

 

[2].      Efendi é um tratamento cordial em língua turca semelhante ao saiid da língua árabe.