a. Ele nos informa sobre o desconhecido

June 22, 2013 in A Última Religião Divina ISLAM

O Nobre Quran nos informa sobre o desconhecido. Estas informações comprovam que ele é realmente um milagre. Ainda que ele aborde muitas questões acadêmico-científicas tanto a partir de eventos históricos quanto de fatos que aconteceram no futuro, nenhuma descoberta cientifica nos últimos 1.400 anos foram capazes de refutá-lo. Mesmo as mais famosas enciclopédias do mundo precisam se renovar periodicamente usando volumes adicionais e revisando os antigos volumes.

Na época em que o Quran foi revelado havia fragmentos de informações sobre a destruição das nações de ‘Ad, Thamud e o dilúvio de Noé só em forma de mitos. Entretanto, o Nobre Quran apresentou esses fatos a humanidade de uma forma que foram confirmados pelo conhecimento histórico atual e pela filosofia da História.

O Quran também comunicou fatos relacionados com o futuro. Vamos citar apenas alguns deles:

Houve uma guerra entre os romanos e os zoroastristas na qual este último ganhou. Os pagãos que queriam utilizar esta oportunidade disseram aos muçulmanos:

“Vocês pensavam que eles prevaleceriam por causa do Livro Divino. Vejam, os zoroastristas venceram os romanos que são o Povo do Livro,” e eles tentaram quebrar a crença e firmeza dos muçulmanos. Por conseqüência, Allah, o Exaltado, revelou os seguintes versículos que alegraram os muçulmanos e entristeceram os pagãos:

“Alef, Lam, Mim. Os bizantinosforam derrotados. Em terra muito próxima; porém, depois de sua derrota, vencerão. Dentro de alguns anos; porque é de Deus a decisão do passado e do futuro. E, nesse dia, os fiéis se regozijarão. Com o socorro de Deus. Ele socorre quem Lhe apraz e Ele é o Poderoso, o Misericordiosíssimo.” (Ar-Rum (Os Bizantinos) 30:1-5)

Naquele período Bizâncio estava tão enfraquecido que ninguém acreditava que depois de tal derrota devastadora haveria probabilidades deles triunfarem novamente. Mas o Nobre Quran declarou firmemente:

“É a promessa de Deus, e Deus jamais quebra a Sua promessa; porém, a maioria dos humanos o ignora.” (Ar-Rum (Os Bizantinos) 30:6)

Por último, Allah, o Altíssimo, cumpriu a sua promessa. Por unanimidade, os historiadores admitem que os romanos venceram os persas num período de nove anos. No mesmo dia, os muçulmanos também se alegraram, tornando-se vitorioso na Batalha de Badr contra os pagãos.[1]

Allah, o Altíssimo, disse ao faraó que estava se afogando, que este havia chego à bóia que o salvaria pela crença antes que ele fosse tragado pelo mar vermelho:

“(E foi-lhe dito): Agora crês, ao passo que antes te havias rebelado e eras um dos corruptores! Porém, hoje salvamos apenas o teu corpo, para que sirvas de exemplo à tua posteridade. Em verdade, há muitos humanos que estão negligenciando os Nossos versículos.” (Yunus (Jonas), 10:91-92)

O corpo do faraó foi encontrado em recentes escavações arqueológicas. Hoje seus restos mortais, encontrado com o seu corpo curvado na forma da prostração pode ser visitado no 94º do Museu Britânico em Londres.



[1].      Ver: Tirmizî, Tefsîr, 30/3191-3194; Ahmad bin Hanbal, I, 276; Kurtubî, XIV, 3.